Afinando o time

Por Jonathan Silva

Missão cumprida. Esse é o resultado da participação Xavante no Quadrangular Pentacolor. Depois de enfrentar o Veranópolis na quinta, o Brasil enfrentou outro adversário forte que estará no Campeonato Gaúcho: o Juventude. Diante da equipe jaconeira, o técnico Rogério Zimmermann usou duas equipes diferentes em cada tempo. O resultado: 1 a 1 no placar e ritmo de jogo para todo o elenco vermelho e preto. Na disputa de pênaltis, porém, a equipe caxiense levou a melhor. O principal objetivo da vinda do Brasil à Serra foi cumprido: afinar ainda mais o grupo Xavante para o Gauchão 2016.

Na primeira etapa, Rogério Zimmermann escalou o Brasil com Eduardo Martini, Wender, Leandro Camilo, Teco, Xaro, Leandro Leite, Washington, Diogo Oliveira, Felipe Garcia, Cleverson e Nena.

Com a bola rolando, o time de Caxias do Sul abriu o placar cedo. Aos 4 minutos, Héverton aproveitou rebote na área e abriu o placar. Dois minutos depois, Xaro cobrou falta na barreira e ganhou escanteio. Diogo Oliveira, aos 13, arriscou rasteiro, de fora da área e Elias fez a defesa. Aos 17, porém, o Maestro rubro-negro recebeu um passe magnífico de Xaro, venceu a disputa com Héverton e, cara a cara com Elias, não titubeou. Bola na rede e tudo igual no Antonio David Farina. Aos 37, em cabeceio de Cleverson, e aos 44, em falta frontal cobrada por Diogo Oliveira, o Brasil quase ampliou o placar.

Na segunda etapa, um time totalmente diferente. Mas a vontade, a organização e o ímpeto continuaram. Eduardo Martini seguiu no gol, mas o restante da formação teve: Ricardo Bierhals, Cirilo, Fernando Cardozo, Brock, Galiardo, Márcio Hahn, Moisés, Marcos Paraná, Ramon e Gustavo Papa. Aos 13, depois de desviou de cabeça de Gustavo Papa, Moises chutou por cima. Quatro minutos depois, Ramon aproveitou passe de Marcos Paraná e bateu por cima. Aos 19, Galiardo cobrou falta na cabeça de Brock que cabeceou com perigo. O mesmo Galiardo, aos 22, cobrou falta forte e Elias fez uma grande defesa. Aos 34, Ramon aproveita corte da zaga e bate para fora.

Com a igualdade no placar, a disputa foi para os pênaltis. Gustavo Papa e Márcio Hahn converteram as penalidades rubro-negras e ainda viram Eduardo Martini brilhar pegando mais uma cobrança. No final, 3 a 2 para o time da Serra.

Depois dos grandes testes no Quadrangular Pentacolor, o Brasil se prepara para mais uma semana de amistosos visando o dia 31 de janeiro, quando estreia no Gauchão contra o Grêmio. Na quarta (20), enfrenta o Aimoré, às 20h, no estádio Cristo Rei. E na sexta (22), às 20h30, no Aldo Dapuzzo, o time do técnico Rogério Zimmermann enfrenta o São Paulo.