Difícil estreia

Por Jonathan Silva

O jogo era com mando rubro-negro, mas a distância de 400 quilômetros mostrava que não seria apenas o Grêmio, o principal adversário Xavante na estreia do Gauchão 2016. Devido ao cumprimento da perda de mando de campo, o Brasil jogou no estádio Centenário, em Caxias do Sul, na tarde deste domingo (31). O time do técnico Rogério Zimmermann lutou, batalhou, mas no final da partida, 3 a 1 para os gremistas. Depois do começo com derrota, o Brasil se prepara para a segunda rodada do Gauchão. Na próxima quinta (4), 19h30, no estádio Antônio Viera Ramos, em Gravataí, enfrentará o Cruzeiro.

Com a bola rolando, o time do técnico Rogério Zimmermann foi tratando de minimizar os espaços gremistas, impor seu ritmo e logo balançar os barbantes. Aos 8 minutos da etapa inicial, Cleverson, na meio da área, aproveitou desvio da cobrança de escanteio e marcou o primeiro gol rubro-negro na competição estadual. O gol animou o Brasil e fez o Grêmio ter em Kadu, uma violência desleal. Aos 18, o zagueiro entrou de forma temerária em Nena e apenas levou cartão amarelo.

Moisés, aos 36, aproveitou cruzamento e de cabeça quase ampliou o marcador. Aos 41, o mesmo Moisés quase marcou. Desta vez, o meia Xavante bateu de fora da área e Marcelo Grohe fez boa defesa. Quem balançou as redes antes do término da primeira etapa foi o Grêmio. Aos 42, Luan roubou bola, tabelou com Maicon e deixou a partida empatada. Na volta do intervalo, os gremistas voltaram a encontrar o gol. Everton aproveitou cruzamento, aos 2 minutos, e cabeceçou para o fundo do gol de Eduardo Martini.

Aos 13 minutos da etapa final, Marcos Paraná – que acabara de entrar – bateu de fora da área por cima do gol de Grohe. Um minuto depois, porém, Pedro Rocha aproveitou troca de passes e marcou o terceiro gol gremista. Aos 17, Marcos Paraná escorou para Moisés chutar por cima do gol. Aos 35, um milagre de Marcelo Grohe evitou o segundo gol rubro-negro. Marcos Paraná lançou Ramon, que partiu em velocidade e só não marcou por que Grohe abandonou a meta gremista e fez boa defesa. O lance de grande perigo Xavante na segunda etapa, porém, foi protagonizado por Wender. Aos 43, o lateral entrou a drible na área e tocou na saída de Grohe. A bola caprichosamente beijou a rede pelo lado de fora.

Sem mais tempo para jogar, o apito do árbitro Luis Teixeira Rocha já fez a cabeça rubro-negra pensar no Cruzeiro, adversário da próxima rodada. Na quinta (4), às 19h30, no Vieirão, em Gravataí, o Brasil buscará sua primeira vitória no Campeonato Gaúcho 2016.

Ficha Técnica:

Brasil: Eduardo Martini, Wender, Leandro Camilo, Teco, Xaro, Leandro Leite, Washington, Moisés (Galiardo), Diogo Oliveira, Cleverson (Marcos Paraná) e Nena (Ramon). Técnico: Rogério Zimmermann

 Grêmio: Marcelo Grohe, Wallace Oliveira, Pedro Geromel, Kadu, Marcelo Oliveira, Wallace, Edinho (Pedro Rocha), Maicon (Bobô), Douglas, Everton e Luan (Moisés). Técnico: Roger Machado

 Gols: Cleverson 8min1T (B); Luan 42min1T, Everton 2min2T e Pedro Rocha 14min2T (G).

 Cartões Amarelos: Leandro Camilo, Teco e Washington (B); Wallace Oliveira, Edinho, Kadu, Marcelo Grohe e Maicon (G).