Resultado ruim em Goiânia

Por Jonathan Silva

Foram dois distintos tempo no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, o popular OBA, na noite desta terça (8). Na etapa inicial, o empate em que o Brasil criou diversas chances. Na etapa final, pouca produção e duas conclusões exitosas do time da casa. Resultado: 3 a 1 Vila Nova. Marlon marcou o gol rubro-negro. Fabinho, Moisés e Frontini os tentos goianos. Agora, o time do técnico Rogério Zimmermann se prepara para duas partidas em casa, contra Oeste e CRB, e depois para a rodada final da Série B, contra o Avaí, em Florianópolis.

Quando o relógio marcava três minutos de bola rolando, o Brasil já criava perigo. Diogo Oliveira cruzou rasteiro e Jonatas Belusso concluiu para boa defesa de Wagner Bueno. Aos 5, porém, em cobrança de falta frontal, Fabinho acertou um belo chute e abriu o placar para os donos da casa. A resposta rubro-negro veio no minuto seguinte. Felipe Garcia lançou Jonatas Belusso. O atacante concluiu e o goleiro goiano fez um verdadeiro milagre.

Aos 8, Diogo Oliveira aproveitou rebote, ajeitou e bateu de fora. A bola passou próximo a trave direita de Wagner Bueno. Cirilo, aos 15, desviou cobrança da falta e fez Bueno defender novamente o que seria o gol de empate rubro-negro. Aos 25, o goleiro goiano voltou a ser protagonista. Weldinho cruzou, a zaga cortou e, no rebote, Washington chutou forte para defesa do arqueiro colorado.

Marlon marcou o gol Xavante no OBA, ainda no primeiro tempo do jogo. Foto: Carlos Insaurriaga
Marlon marcou o gol Xavante no OBA, ainda no primeiro tempo do jogo. Foto: Carlos Insaurriaga

Mas as redes balançaram aos 32. Marlon cobrou escanteio, a bola chegou na segunda trave para Ramon, o atacante tentou driblar, perdeu o ângulo e cruzou para a área. A bola caiu nos pés de Marlon, que ajeitou e chutou no ângulo de Wagner Bueno, um golaço.

Na etapa final, muita disputa e pouca emoção. O lance de maior perigo foi aos 24, quando Moisés recebeu passe e fez o segundo gol do Vila Nova. Aos 28, Marlon cobrou escanteio e Felipe Garcia cabeceou por cima. Aos 34, livre, Frontini recebeu passe e marcou o terceiro. Aos 43, Marcos Paraná fez boa jogada, lançou Ramon. O atacante chutou forte e, novamente, Wagner Bueno salvou. Felipe Garcia, aos 48, ainda arriscou de fora em cima que saiu por cima do gol.

A próxima partida rubro-negra é no sábado (12), às 17h30, no estádio Bento Freitas, contra o Oeste.

Ficha técnica: 

Brasil: Eduardo Martini, Weldinho, Leandro Camilo, Cirilo, Marlon, Leandro Leite, Washington (Nathan), Diogo Oliveira (Marcos Paraná), Felipe Garcia, Jonatas Belusso (Nem) e Ramón. Técnico: Rogério Zimmermann. 

Vila Nova: Wagner Bueno, Magno Silva, Reniê, Reginaldo, Christiano (Marcelo Cordeiro), Caique (Matheus Anderson), Geovane, Victor Bolt, Moisés, Aloísio e Fabinho (Frontini). Técnico: Guilherme Alves.

Gols: Marlon, aos 32min1T (B); Fabinho, aos 5min1T, Moisés, aos 24min2T, e Frontini, aos 34min2T (V).

Cartões Amarelos: Leandro Camilo, Cirilo e Ramon (B); Caíque e Frontini (V).

 

Vila Nova 3 x 1 Brasil – 35ª Rodada – Brasileiro Série B – Fotos Carlos Insaurriaga

aimg_0881
aimg_0832
aimg_0853
aimg_0826
aimg_0796
aimg_0848
aimg_0924
aimg_0975
aimg_0933
aimg_0987
aimg_0948
aimg_0993