Habemus vitória

Por Gustavo Pereira

E veio a primeira vitória do Brasil no ano de 2017! Na noite desta terça (14), no Bento Freitas, o rubro-negro aplicou 2 a 1 no Criciúma, pela segunda rodada do grupo A da Primeira Liga. Os  gols Xavantes foram marcados por Gustavo Papa, aos 31 e 41 minutos do primeiro tempo. Em bela cobrança de falta, Carlos Eduardo descontou no final do jogo.

Com o resultado, a equipe dirigida por Rogério Zimmermann chega aos três pontos no torneio e ocupa a terceira colocação da chave, atrás do Internacional em pontos e do Fluminense nos critérios de desempate. Na última rodada, o adversário vermelho e preto será o Tricolor carioca, fora de casa, no dia 1º de março, uma quarta-feira. Pelo Gauchão, no entanto, há compromisso importante já nesta sexta (17), diante do Ypiranga, novamente na Baixada, às 21h30, abrindo a quarta jornada do estadual.

Torcida Xavante apoiou a equipe durante toda a partida, e comemorou a vitória ao apito final. Foto: Carlos Insaurriaga
Torcida Xavante apoiou a equipe durante toda a partida, e comemorou a vitória ao apito final. Foto: Carlos Insaurriaga

Em campo com um time diferente em relação ao que entrou em campo na última partida, o Brasil protagonizou uma etapa inicial extremamente movimentada com o Criciúma. Quem assustou primeiro foram os catarinenses, quando o centroavante Hélio Paraíba bloqueou chute do goleiro Carlos Eduardo e a bola quase entrou. Aos oito, Rogério Zimmermann foi, mais uma vez na temporada, obrigado a alterar a equipe por lesão. Bruno Lopes deixou o gramado para a entrada de Gustavo Papa, que mais tarde decidiria o duelo.

Mais tarde, no momento em que o relógio apontava 25 minutos de bola rolando na Baixada, Hélio Paraíba levou perigo à meta Xavante outra vez. Após cruzamento da direita, o atacante disputou no alto com Leandro Camilo, cabeceou e a redonda passou perto da trave esquerda. No lance seguinte, o camisa 9 do Tigre finalizou prensado, sem direção.

E aos 30, Gustavo Papa começou a garantir a vitória rubro-negra. O lateral-direito do Criciúma, Carlos Eduardo, tentou recuar bola de cabeça e mandou nos pés do atacante. Sem perdoar, ele bateu de primeira, tirando qualquer chance de defesa do goleiro Eduardo: 1 a 0. Imediatamente, os visitantes quase empataram. Hélio Paraíba saiu na cara de Carlos Eduardo, mas parou na grande intervenção do arqueiro vermelho e preto.

Antes do intervalo, a equipe de Santa Catarina atacou em duas oportunidades. O volante Bessa arriscou de fora e mandou perto do gol. E em cruzamento na área, Kalil testou no travessão. Mas o Brasil não perdoou. Aos 41, entre esses dois lances, Tiago Silva levantou, a bola desviou e Gustavo Papa cabeceou com força, no alto, com direito a toque na trave antes de as redes balançarem: 2 a 0.

Para os 45 minutos finais, Rogério Zimmermann tirou Aloísio e colocou Rennan Oliveira. Precisando atacar, o Criciúma esteve perto de descontar aos nove, quando Hélio Paraíba ficou com sobra de confusão na área e arrematou por cima. O Brasil respondeu também na bola aérea. Tiago Silva bateu escanteio, a bola pipocou e Leandro Camilo mandou alto demais. Mais tarde, aos 25, Jean Silva recebeu lançamento em contra-ataque, avançou e concluiu no lado externo da rede.

Na reta final do jogo, o Tigre partiu para a pressão. Em diversos cruzamentos na área, a defesa Xavante sobressaiu. Mas, em cobrança de falta frontal aos 41 minutos, Carlos Eduardo bateu muito bem e não deu chances ao xará, goleiro do Brasil: 2 a 1. Os ataques aéreos do Criciúma persistiram, mas o sistema defensivo Xavante prevaleceu e o triunfo foi confirmado. Não há descanso: na sexta (17), volta o Gauchão, com duelo contra o Ypiranga, às 21h30, outra vez na Baixada.

Ficha técnica: 

Brasil: Carlos Eduardo; Wender, Leandro Camilo, Evaldo e Tiago Silva; Leandro Leite, Galiardo, Juninho, Aloísio (Rennan Oliveira) e Jean Silva; Bruno Lopes (Gustavo Papa). Técnico: Rogério Zimmermann.

Criciúma: Eduardo Babiuk; Carlos Eduardo, Nino, Ianson e Chico (Natan); Lucas, Bessa e Eduardo (Flávio); Matheus (Alan), Hélio Paraíba e Kalil. Técnico: Raphael Bahia.

Gols: Gustavo Papa, aos 31min1T e 41min1T (B); Carlos Eduardo, aos 41min2T (C).

Cartões amarelos: Galiardo, Leandro Leite, Rennan Oliveira e Evaldo (B); Eduardo Babiuk, Eduardo, Chico e Hélio Paraíba (C).

 

Brasil 2 x 1 Criciúma – 2ª Rodada – Copa da Primeira Liga 2017