Ponto somado em Goiânia

Por Jonathan Silva

Foi um jogo cheio de histórias na noite desta sexta (26), no estádio Serra Dourada, em Goiânia. Brasil e Goiás teve gol aos 2 minutos, empate vinte e cinco segundos depois, duas expulsões e um gigante Martini defendendo um pênalti. No placar, o 1 a 1 que dá o segundo ponto ao rubro-negro na Série B do Brasileirão. O time do técnico Rogério Zimmermann volta a campo na próxima terça (30), às 21h30, quando, no estádio Bento Freitas, enfrentará o Nautico, na quarta rodada da competição nacional.

A partida começou com o placar em 0 a 0, como todas, porém, quem não prestou atenção nos 3 minutos iniciais, quando voltou a ver o placar, já estava 1 a 1. Aos 2 minutos, depois de cobrança de escanteio, Alex Alves, na primeira trave, desviou de cabeça e abriu o placar para o time da casa. Bola no centro do campo, recomeço de partida. E o Goiás não tocou na bola até ela encontrar a rede de Marcelo Rangel e o Brasil empatar a partida. Foram 12 toques do time rubro-negro em 25 segundos, até Marlon dar um bonito passe para Elias, que driblou o goleiro, ajeitou e rolou para Bruno Lopes fazer o barbante sacudir e a Maior e Mais Fiel comemorar. Tudo igual no Serra Dourada.

Aos 20 minutos, Léo Gamalho dominou a bola, foi levando dentro da área até cair. O árbitro marcou o pênalti para os goianos. Na cobrança, o próprio camisa 9 bateu e parou no gigante Eduardo Martini. O goleiro Xavante se esticou todo e com a mão direita defendeu a penalidade. Aos 46, o Brasil partiu em contra-ataque, Rafinha driblou dois marcadores e bateu. A bola saiu sem força para boa defesa de Marcelo Rangel. No minuto seguinte, falta na frente da área rubro-negra, o árbitro assinalou. Depois de ser chamado pelo auxiliar, aplicou o segundo amarelo em Teco e expulsou o zagueiro rubro-negro da partida.

Na etapa final, logo aos 5 minutos, Marlon cobrou falta e Leandro Leite desviou de cabeça. A bola passou perto da trave esquerda de Marcelo Rangel. Aos 8, as duas equipes voltaram a ter o mesmo número de jogadores em campo, quando Jean Carlos impediu um contra-ataque puxado por Elias, reclamou de forma não aceita pelo árbitro e foi mais cedo para o chuveiro.

Wagner, aos 20, aproveitou escanteio cobrado e cabeceou sobre o gol do Goiás. Aos 22, o Brasil saiu em contra-ataque, a bola passou nos pés de João Afonso e Elias até chegar em Bruno Lopes, que, de fora da área, bateu cruzado e viu a bola tirar tinta da trave direita de Marcelo Rangel. Quase o segundo gol Xavante. Aos 39, João Afonso fez um belo lançamento para Bruno Lopes, que dominou, correu e cruzou para Wagner. A zaga esmeraldina salvou no momento crucial e garantiu o empate em Goiânia.

Agora, o próximo desafio Xavante na Série B é diante da Maior e Mais Fiel. Jogando no Bento Freitas, o Brasil enfrentará o Náutico, na próxima terça (30), às 21h30, na quarta rodada da competição nacional.

Ficha técnica:

Brasil: Eduardo Martini, Éder Sciola, Leandro Camilo, Teco, Marlon, Leandro Leite, João Afonso, Rafinha (Wagner), Elias (Marcinho), Bruno Lopes e Rodrigo Silva (Evaldo). Técnico: Rogério Zimmermann.

Goiás: Marcelo Rangel, Tony, David Duarte, Alex Alves, Carlinhos, Willians (Michael), Patrick, Tiago Luís (Elyeser), Jean Carlos, Carlos Eduardo (Aylon) e Léo Gamalho. Técnico: Sérgio Soares.

Gols: Alex Alves, aos 2min1T (G); Bruno Lopes, aos 3min1T (B).

Cartões amarelos: Teco e Evaldo (B); Willians e Patrick (G).

Cartões vermelhos: Teco (B); Jean Carlos (G).

 

Goiás 1 x 1 Brasil – 3ª Rodada – Brasileiro Série B – Fotos Carlos Insaurriaga

aIMG_7526
aIMG_7553
aIMG_7625
aIMG_7569
aIMG_7537
aIMG_7585
aIMG_7702
aIMG_7645
aIMG_7739
aIMG_7816
aIMG_7720
aIMG_7804