Subindo!

Por Gustavo Pereira

Mais três pontos na conta Xavante na Série B do Brasileirão 2017! Nesta terça (20), no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, e diante do líder Juventude, que até então estava invicto na competição, o Brasil triunfou por 2 a 1, em jogo válido pela 9ª rodada. Na etapa inicial, Rafinha abriu o placar para o rubro-negro. No segundo tempo, Ramon empatou, mas, aos 27 minutos, Leandro Camilo fez de cabeça o gol da vitória.

O resultado faz com que o Brasil pegue o elevador e suba na tabela da Série B. Agora, são 14 pontos conquistados e a 5ª colocação. O próximo compromisso é contra o Internacional, no sábado (24), às 16h30, no Bento Freitas.

Com a bola rolando no frio da Serra gaúcha, o equilíbrio que já era esperado. Se valendo do fator casa, o Juventude começou tentando pressionar o Brasil. Aos três minutos, em cobrança de falta, Fahel desviou de cabeça e Martini fez bela defesa. O lance, no entanto, já era anulado por impedimento. Em seguida, Tiago Marques finalizou para fora e Ramon exigiu intervenção simples do goleiro vermelho e preto.

Rafinha abriu o placar em um lindo chute no canto do goleiro adversário. Foto: Carlos Insaurriaga
Rafinha abriu o placar em um lindo chute no canto do goleiro adversário. Foto: Carlos Insaurriaga

Aos 14, após cobrança de escanteio que sobrou na intermediária, Wallacer pegou de primeira, a bola desviou na zaga Xavante e passou perto da trave de Martini. Esta foi a última boa chegada dos mandantes na etapa inicial. Os comandados de Rogério Zimmermann assustaram aos 21 minutos, quando o goleiro Matheus errou na saída e deu nos pés de Bruno Lopes. O atacante do Brasil dominou e bateu por cima.

A partida se mostrava rigorosamente equilibrada. Até que, aos 30 minutos, a equipe rubro-negra pulou na frente do placar. Em boa trama de contragolpe, Lincom recebeu e achou Rafinha na esquerda. Com liberdade, o camisa 10 conduziu, cortou para dentro e concluiu de fora da área, no cantinho, sem chances para Matheus: 1 a 0. O gol foi fundamental, e permitiu que o Brasil fosse ao vestiário em vantagem.

Para o segundo tempo, Leandro Leite entrou no lugar de João Afonso. Também com alterações, o Juventude partiu em busca do empate. Aos quatro minutos, Wallacer cobrou falta frontal e Eduardo Martini encaixou no centro da meta. O gol de igualdade dos donos da casa aconteceu aos 14 minutos. Caprini chutou forte de fora da área e Martini defendeu. No rebote, rente à trave e à linha de fundo, Ramon desviou. A bola tocou em Evaldo e entrou: 1 a 1.

Em seguida, Rogério Zimmermann trocou Bruno Lopes por Marcinho. E as chances do Brasil começaram a aparecer. Aos 19, Marlon bateu falta, Wagner apareceu livre e tocou por cima. Aos 26, Rafinha cobrou falta com perfeição, e Matheus voou para evitar o que seria outro golaço do meia. Aí, no escanteio originado por este lance, o camisa 10 mandou na segunda trave, Leandro Camilo desviou e a bola morreu no fundo do gol: 2 a 1! O zagueiro rubro-negro completou 100 jogos pelo clube no último jogo, contra o Vila Nova. Que presente!

Na reta decisiva do confronto, o Xavante se segurou de maneira irretocável. Duas vezes, Ramon bateu para fora, e isso foi o mais perigoso que o Juventude conseguiu. O Brasil ainda escapou em dois contragolpes perigosos. Em um deles, Wagner acabou desarmado na hora da finalização, e, no outro, a arbitragem assinalou um impedimento absolutamente inexistente de Lincom e Marcinho, que partiam do campo de defesa rumo ao gol.

De qualquer modo, o marcador mostrava: Brasil 2, Juventude 1. É mais uma vitória fora de casa na Série B, a segunda consecutiva, e o Xavante segue escalando a tabela da segunda divisão nacional. Hora de pensar no Internacional.

Ficha técnica:

Juventude: Matheus; Vinícius, Domingues, Ruan Renato e Bruno Collaço; Fahel (João Paulo), Diego Felipe (Bruninho), Juninho (Caprini), Wallacer e Ramon; Tiago Marques. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

Brasil: Eduardo Martini; Wender, Leandro Camilo, Evaldo e Marlon (Breno); Itaqui, João Afonso (Leandro Leite), Bruno Lopes (Marcinho), Wagner e Rafinha; Lincom. Técnico: Rogério Zimmermann.

Gols: Rafinha, aos 30min1T (B), e Leandro Camilo, aos 27min2T; Ramon, aos 14min2T (J).

Cartões amarelos: Fahel, Wanderson, Bruninho e Wallacer (J); Marlon, Wagner e Evaldo (B).

Juventude 1 x 2 Brasil– 9ª Rodada – Brasileiro Série B – Fotos Carlos Insaurriaga e Jonathan Silva

aIMG_9040
aIMG_9061
aIMG_9082
aIMG_9116
aIMG_9163
aIMG_9198
aIMG_9182
aIMG_9222
aIMG_9202
aIMG_5259
aIMG_5250
aIMG_5333