Mais uma conquista fora de campo

Um dos maiores e mais complexos processos que o Brasil tinha na justiça teve sua solução conquistada pelo Departamento Jurídico do clube. A situação teve início na década de 1990 quando ocorreu uma campanha denominada “Um caminhão de prêmios”, onde o clube promoveu o sorteio de diversos prêmios, como carros, motos e caminhões, sendo que o ganhador do sorteio de um dos caminhões questionava a entrega do prêmio na justiça desde 1996, através de uma ação indenizatória. O processo causava inúmeros entraves e problemas jurídicos para o clube, como penhoras de rendas de jogos e bloqueios de quotas de patrocínio.

A situação se arrastou por mais de 20 anos, sem solução, mas agora teve um desfecho favorável para todas as partes, através de um acordo judicial firmado entre o clube e o vencedor da promoção. Capitaneado por Giovanni Alcântara, vice-presidente jurídico da gestão Ricardo Fonseca, o Brasil chegou a um acordo com o ganhador do sorteio e pagará a indenização em parcelas mensais nos próximos 3 anos. O valor atualizado da ação girava em torno de 1,9 milhão de reais, porém, com o acordo foi possível reduzir em mais de 60% o montante devido e, ainda, possibilitar o pagamento através de parcelas que não comprometem em demasia o orçamento do clube.

Este é mais um passo do clube na tentativa de sanar suas pendências jurídicas, garantindo a saúde financeira e a credibilidade do GE Brasil.