PRÉ-JOGO: Internacional x Brasil

Por Gustavo Pereira

Dando sequência aos jogos dentro do Rio Grande do Sul, o Brasil entra em campo mais uma vez pela Série B. Na noite desta segunda-feira (9), às 20h, a equipe Xavante enfrenta o Internacional, no estádio Beira-Rio. A partida abre a 29ª rodada da competição nacional em um dia isolado, visto que a casa colorada não poderá sediar o duelo no final de semana.

A jornada passada foi excelente para o rubro-negro, que chegou aos 37 pontos ao vencer o Juventude. Os resultados paralelos beneficiaram, e assim os comandados de Clemer pularam ao 9º lugar da tabela. O Inter, com 54 pontos, é líder, apesar da derrota recente sofrida contra o Paraná.

O elenco vermelho e preto realizou trabalhos mais leves após o confronto da última terça, e intensificou os treinamentos na sexta, no sábado e neste domingo, dia da viagem a Porto Alegre. O Brasil não tem jogadores suspensos para o jogo.

Elmo Alves Resende Cunha (GO), auxiliado por Bruno Raphael Pires (GO) e Cristhian Passos Sorence (GO). Quarto árbitro: Roger Goulart (RS).

Estão à venda ingressos pela internet neste site. No dia do jogo, estará disponível também a bilheteria destinada a torcida adversária (em frente a torre 14 do Beira-Rio), a partir das 16h. Os valores são R$ 40 inteira e R$ 20 meia. Em Pelotas, já foram vendidos todos os bilhetes.

Clemer: ”Não vou mudar muito a equipe. Quando a gente fora, temos uma estratégia, até para poder criar nossos espaços quando tivermos a bola. De qualquer forma, o Brasil é um time que se adapta fácil às situações. Sabemos que o Inter vai nos pressionar, principalmente no começo. É preciso tirar proveito de algumas ocasiões para tirar vantagem”.

Itaqui: ”Nossa postura vai ser a mesma. O Inter tem jogadores que conseguem quebrar marcações, então será mais um obstáculo para nós, mas já viemos passando por vários. Temos feito boas propostas de jogo fora de casa, precisamos nos concentrar no que precisamos fazer, permanecer mobilizados sempre”. Entrevista completa aqui.

Lincom: ”Não existe uma receita exata. É entrega, obediência tática, atenção nos principais jogadores deles. Tentar neutralizar os pontos fortes do Inter para arrancar pontos de lá”. Entrevista completa aqui.

João Afonso: ”A sequência de jogos é intensa, mas nosso grupo é qualificado. Não tem mais cansaço, estão todos à disposição para fazermos uma grande partida lá”. Entrevista completa aqui.

111 jogos:
– 17 vitórias do Brasil
– 70 vitórias do Internacional
– 24 empates

24 de junho, pela Série B do Campeonato Brasileiro, no estádio Bento Freitas: Brasil 0 x 1 Internacional.