Faltou o gol

Por Gustavo Pereira

Faltou o gol. O Brasil pressionou o América, vice-líder da Série B, mas por detalhes não conseguiu fazer a rede adversária balançar. Em jogo válido pela 30ª rodada da competição nacional, na noite desta terça (17), no Bento Freitas, a equipe Xavante empatou por 0 a 0 com os mineiros. Apesar da possibilidade de vitória, mais um importante ponto foi conquistado. A torcida vermelha e preta apoiou até o último lance e aplaudiu o desempenho e a vontade da equipe após o apito final.

Com o resultado, aliado aos outros nove confrontos da rodada, o rubro-negro chega a 38 pontos na Série B e fica na 11ª colocação. O Coelho continua no segundo lugar. Na próxima rodada, os comandados do técnico Clemer têm mais um jogo fundamental, novamente na Baixada. É às 17h30 de sábado (21), diante do Santa Cruz.

A etapa inicial não reservou muitas oportunidades de gol. As duas defesas se sobressaíram. Aos 11 minutos, Lincom teve um raro espaço que a defesa do América cedeu, mas, quando o camisa 9 recebeu de Misael, a zaga conseguiu bloquear a batida. Em chute de fora, aos 18, João Afonso tentou, porém acabou mandando alto demais.

Aos 25 minutos, Marcelo Pitol apareceu pela primeira vez na partida. Bem colocado, o goleiro Xavante espalmou um chute forte de Renan Oliveira. Na última boa chance antes do intervalo, Bill recebeu na área e foi impedido de concluir pela boa saída de Pitol, outra vez.

Se na primeira metade do jogo a emoção foi escassa, na segunda ela cresceu. O Brasil foi o grande responsável pelos lances perigosos. Quando engrenou, o ataque vermelho e preto criou uma avalanche de oportunidades. Depois da entrada de Cassiano na vaga de Elias, um rubro-negro revigorado ampliou o volume de jogo. Aos 27 minutos, justamente Cassiano foi ao fundo e cruzou. Com frieza, Zé Ricardo tirou de peito dentro da pequena área.

O escanteio gerado pelo lance anterior teve como protagonista mais uma vez ele: Cassiano. Éder Sciola mandou na segunda trave, o estreante Nirley desviou para o meio e Cassiano mergulhou de peixinho. A cabeçada foi perfeita, no contrapé do goleiro João Ricardo, mas carimbou o travessão. Já aos 31, quando o Xavante persistia na busca da abertura do placar, Leandro Leite dominou uma bola na meia-lua, soltou um lindo chute de perna esquerda e outra vez o travessão americano tremeu.

Já com 34 no relógio, momento em que Juninho já havia substituído Misael, o atacante que estava no gramado há poucos minutos quase conseguiu colocar a bola na rede. Ele recebeu lançamento de Calyson nas costas da zaga, invadiu a área em condição legal e arrematou cruzado. Por um detalhe, a redonda tirou tinta da trave e não entrou. O empate coloca o Brasil um passo mais perto do objetivo final, que é a permanência na segunda divisão do país. É hora de outro grande público na Baixada para empurrar a equipe Xavante às 17h30 de sábado, contra o Santa Cruz.

Ficha técnica:

Brasil: Marcelo Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Nirley e Breno; Leandro Leite, João Afonso, Elias (Cassiano), Calyson e Misael (Juninho); Lincom. Técnico: Clemer.

América: João Ricardo; Norberto, Rafael Lima, Messias e Ernandes; Zé Ricardo, Juninho, Luan, Renan Oliveira (Neto Moura) e Matheusinho (Felipe Amorim); Bill (Edno).

Cartões amarelos: Leandro Leite, João Afonso e Nirley (B); Rafael Lima e Zé Ricardo (A).

Brasil 0 x 0 América/MG – 30ª Rodada – Fotos Carlos Insaurriaga e Jonathan Silva

aIMG_4812
aIMG_4828
aIMG_4851
aIMG_4873
aIMG_4881
aIMG_4936
a_MG_5525
a_MG_5693
a_MG_5715
a_MG_5736