Uniformes

AS CORES

O GE Brasil foi fundado em um 7 de setembro, feriado da independência brasileira. E, além de influenciar no batismo da nova agremiação, o período de comemorações patrióticas fez com que a primeira diretoria aderisse ao verde e amarelo para compor o fardamento. Porém, quando os dirigentes saíram às ruas com o livro de ouro, a fim de arrecadar fundos para a compra das camisetas, eles encontraram um comerciante português que mudaria as cores – e consequentemente a história – do Grêmio Esportivo Brasil.

O tal português, Manoel Aires Filho, o Maneca, era fã de um clube social de Pelotas, o Diamantinos, e ofereceu aos rapazes o terno completo, desde que eles adotassem as cores vermelha e preta (cores do Diamantinos) para a nova equipe. Diante das dificuldades decorrentes daquele tempo, a oferta foi imediatamente aceita, e assim o Brasil se tornou o rubro-negro hoje conhecido em todo o país.

O Brasil desde 2016 veste Topper. De origem brasileira, a empresa, sediada em São Paulo, será a responsável por produzir todos os uniformes Xavantes até 2018. #CarimbaQueÉTopper
O Brasil desde 2016 veste Topper. De origem brasileira, a empresa será a responsável por produzir todos os uniformes Xavantes até 2018. #CarimbaQueÉTopper