Avante, Baixada!

Por Jonathan Silva

A história do Brasil é forjada por muita luta e suor. Nela, capítulos de grandes duelos, épicas aventuras e feitos que entraram não só para sua própria história, mas também para a do futebol. E nessa trajetória de mais de 104 anos, há um fiel companheiro do escudo vermelho e preto. São raros os casos em que torcida e agremiação se misturam como um ser só. Mais raro ainda – e talvez na exclusividade do time da Baixada – a Maior e Mais Fiel toma pra si o protagonismo de construir os grandes feitos Xavantes na sua história. E nesse momento de reconstrução do Bento Freitas, a torcida rubro-negra será fundamental em reerguer o Caldeirão.

O hino rio-grandense traz uma frase que ficou famosa: sirvam nossas façanhas de modelo a toda terra. E encarnando o espírito farroupilha, o Brasil convoca a Maior e Mais Fiel para assumir aquilo que é seu: o protagonismo da nossa história. A parceria entre o clube e a Porto 5 garante 60% da obra, equivalente ao valor do terreno que a construtora erguerá um edifício. Nesse sentido, os outros 40% da obra – de responsabilidade rubro-negra – serão fruto de um conjunto de apoios entre o clube, a Maior e Mais Fiel e a paixão que os une.

Avante Baixada 02
Confira nas formas de contribuição para as obras da Baixada.

Assim, a colaboração do torcedor será fundamental para garantir a conclusão da 1ª etapa do projeto, ou seja, o anel inferior. Para ajudar o seu clube do coração e ser protagonista da reconstrução do Bento Freitas, o torcedor poderá doar sacos de cimento diretamente no Bento Freitas, vales cimentos no valor de R$ 25, que podem ser deixados na Central do Sócio e na Tribo Xavante – do Shopping e da Sete de Setembro – ou doar quantias em dinheiro, a serem depositadas na conta corrente 50997-3 da agência 0663 do Banco Sicredi.

Se a construção do Bento Freitas foi fruto de um esforço da sua torcida, a sua reconstrução não será diferente. Uma obra veloz e capaz de garantir o número suficiente de lugares para o Brasil jogar a Série B no seu estádio está diretamente ligada ao apoio da Maior e Mais Fiel. A meta de 1750 m³ cimento garante a conclusão da arquibancada onde está o placar eletrônico, garantindo assim a competição nacional no Caldeirão.

Mais uma vez, torcedor, precisamos do seu apoio, da sua colaboração e do seu protagonismo. Avante, Baixada!