Vem aí, a maquete do novo Bento Freitas

Por Carlos Insaurriaga

Será pelas mãos de dois pelotenses que a torcida mais fiel do Rio Grande do Sul sentirá o gostinho do novo estádio do Brasil antes da conclusão da obra. Os arquitetos Diego Abeijon e Mariana Silva, ambos Xavantes, são proprietários da 360° Visualização da Arquitetura. A empresa sediada em Porto Alegre desenvolve a construção de maquetes físicas há cinco anos e é a responsável pela confecção do projeto em tamanho reduzido.

A maquete do estádio já conta com o Studio Xavante e o posto de gasolina. Foto: 360º
A maquete do estádio já conta com o Studio Xavante e o posto de gasolina. Foto: 360º

“Sempre fui Xavante e desde que vim para Porto Alegre passei a integrar a Onda Xavante, onde comecei a me envolver mais com o clube e suas questões internas e claro como fazer para ajudarmos. Quando surgiram os primeiros comentários sobre um novo estádio, logo pensei essa é minha parte na história do Brasil. Assim depois de quase 9 meses de negociações com o clube batemos o martelo. Até para fazer a maquete é necessário um grande planejamento, pois é um projeto complexo e envolve várias especialidades”, conta Diego.

A maquete do novo estádio Bento Freitas será feita na escala 1/100 e terá dimensões de 250cm x 250cm. Estamos juntando várias informações visuais e imagens de torcedores e personagens que se eternizaram nas arquibancadas para tentarmos reproduzir nas arquibancadas da maquete. Tudo será representado nos mínimos detalhes, gramado, casamata, camarotes e a maior e mais fiel, é claro. Ainda utilizaremos um sistema de iluminação LED para representarmos os refletores. Vamos usar todo nosso arsenal tecnológico de corte a laser, impressão 3D, para darmos à maquete a mesma grandeza deste clube e torcida.

As miniaturas dos torcedores Xavantes também estarão presentes. Foto: 360º
As miniaturas dos torcedores Xavantes também estarão presentes. Foto: 360º

A previsão é de que a maquete fique pronta até abril, mas isso ainda depende de tramitações do projeto e depois ela será levada para Pelotas em exposição no próprio estádio onde ficará à disposição de torcedores e investidores. “Estamos estudado vários trabalhos feitos recentemente de outros estádios para que as representações sejam bem ricas e expressivas. Acreditamos que será um dos projetos mais complexos no sentido de que será feita por torcedores, para torcedores, envolvendo também sentimento e claro a vontade de que seja encantadora”, revela Mariana.

A obra do Bento Freitas irá ganhar um anel inferior com capacidade para 13 mil lugares. O projeto prevê outros três módulos de arquibancadas superiores, que no futuro ampliará a capacidade para 21 mil lugares. O custo total da obra é de R$ 20 milhões.