Igualdade no Bento Freitas

Por Jonathan Silva

O clima não era bom. Garoa, frio e uma Maior e Mais Fiel esperando a bola balançar as redes para se aquecer nas arquibancadas do Bento Freitas. E, diante do bom time do São José, as malhas não foram sacudidas, resultado: empate em 0 a 0. Assim, o time do técnico Rogério Zimmermann chegou ao 13° ponto conquistado. Na próxima – e penúltima – rodada, enfrentará o Inter, na quinta (31), às 19h30, no estádio Beira Rio.

O Brasil começou firme para tentar furar o bloqueio do Zequinha. Aos 7 minutos, Brock cobrou falta rasteira e a bola passou tirando tinta da trave esquerda de Fábio. Aos 13, Washington, Felipe Garcia e Fernando Cardozo tentaram empurrar para as redes, mas não tiveram sucesso. Aos 35,  Brock cobrou falta, Fernando Cardozo escorou e Nathan chutou com força para milagre de Fábio.

Na etapa final, aos 10, a zaga do Zequinha afastou cobrança de escanteio, a bola caiu nos pés de Marcos Paraná, que tocou para Brock cruzar rasteiro. A bola passou por Teco, mas não por Fernando Cardozo, que de costas girou e desviou a bola. Ela passou na frente do gol de Fábio e caprichosamente saiu pelo lado do gol. Aos 11, Nathan tocou para Marcos Paraná, que chutou com força e Fábio fez boa defesa. Aos 21, Weldinho fez bom passe para Felipe Garcia que passou por dois e chutou forte. Fábio novamente fez boa defesa.

Aos 28, Marcos Paraná aproveitou passe de Fernando Cardozo e bateu por cima. Aos 31, em cobrança de escanteio, Brock colocou na cabeça de Washington que cabeceou com perigo. Aos 37, Diogo Oliveira cobrou falta frontal e Fábio fez boa defesa. No último lance de perigo da partida, aos 46, Brock cruzou para a área, a bola ficou no bate e rebate e Gustavo Papa tentou marcar. Fábio fez um milagre e garantiu o empate sem gols.

O resultado levou o Brasil para o 13° ponto, na nona colocação. Na próxima rodada, a penúltima do Gauchão 2016, o time do técnico Rogério Zimmermann enfrentará o Inter, no estádio Beira Rio, às 19h30 da quinta (31).

Ficha técnica:

Brasil: Eduardo Martini, Weldinho, Fernando Cardozo, Teco, Brock, Leandro Leite, Washington, Diogo Oliveira, Felipe Garcia, Marcos Paraná (Nena) e Nathan (Gustavo Papa). Técnico: Rogério Zimmermann

São José: Fábio, Gabriel Spessato, Everton, Wagner, Deivid, Felipe, Frederico, Rafael (Rafael C.), Diego Torres (Carlos), Jô (Guilherme) e Heliardo. Técnico: China Balbino

 Cartões Amarelos: Teco, Leandro Leite e Marcos Paraná (B); Everton, Jô, Frederico, Heliardo e Rafael C. (SJ)