A batalha será na Baixada

Por Jonathan Silva

Foram dois tempos distintos no Beira Rio, assim pode-se descrever resumidamente a partida entra Brasil  e Inter, na noite desta quinta (31), em Porto Alegre. Na etapa inicial, domínio rubro-negro e um golaço de Marcos Paraná. Na etapa final, quatro gols colorados e a decisão sobre o futuro Xavante no Gauchão 2016 ficou para o Bento Freitas, diante da apaixonada Maior e Mais Fiel. No domingo (3), às 16h, contra o Passo Fundo, o time do técnico Rogério Zimmermann vai em busca da vitória para conquistar a classificação às quartas de final do certame estadual.

O Brasil começou tomando iniciativa no jogo, dando demonstrações de estar em casa. A Maior e Mais Fiel, que mais uma vez acompanhou o time, deliciou-se com os minutos iniciais. Aos 5 minutos, Marcos Paraná mandou uma bomba de longe e Alisson salvou. Era o anúncio de logo o camisa 11 faria o dele. Aos 6, Felipe Garcia cruzou, a zaga cortou e ela caiu nos pés de Paraná. Ele mandou outro foguete em direção ao gol, a zaga colorada conseguiu mandar para escanteio.

Quando o relógio marcou 11 minutos, o camisa 11 respirou fundo e de fora da área chutou com força e muita categoria. Nem mesmo o goleiro titular da seleção brasileira conseguiu parar o chute de Marcos Paraná. Um verdadeiro golaço. Brasil 1 a 0.

Depois da primeira etapa avassaladora, dois gols na etapa final deram um banho de água fria no time rubro-negro. Aos 3, Anderson empatou. No minuto seguinte, Andrigo mandou chute forte e virou. Aos 21, Anderson lançou Andrigo que marcou o terceiro gol do Inter na partida. Aos 25, Diogo Oliveira tentou chute rasteiro que passou na frente do gol de Alisson. Aos 27, Vitinho marcou o quarto e deu números finais a partida.

O resultado deixa o Brasil com uma batalha gigante no próximo domingo (3). No Bento Freitas, às 16h, diante do Passo Fundo, o time do técnico Rogério Zimmermann buscará a vitória e a classificação às quartas de final do Gauchão 2016.

Ficha técnica:

Brasil: Eduardo Martini, Weldinho, Cirilo, Leandro Camilo, Brock, Leandro Leite (Galiardo), Washington, Felipe Garcia (Moisés), Diogo Oliveira, Marcos Paraná e Ramon (Nathan). Técnico: Rogério Zimmermann

Internacional: Alisson, William (Marquinhos), Ernando, Paulão, Artur, Fernando Bob, Fabinho, Anderson (Jair), Andrigo, Vitinho e Eduardo Sasha (Aylon). Técnico: Argel Fucks

Gols: Marcos Paraná 11min1T (B); Anderson 3min2T, Andrigo 4min2T e 21min2T, Vitinho 27min2T

Cartões Amarelos: Marcos Paraná (B); Eduardo Sasha (I)