Estamos de volta pra casa

Por Jonathan Silva

O sonho do torcedor rubro-negro de voltar a respirar o cheiro do churrasquinho, de ouvir o barulho dos tambores, de dar risada nas rodas de conversa na rua e de voltar a cantar, enlouquecidamente, dentro do Bento Freitas, agora se tornará, mais uma vez, realidade. Se dentro do campo, os Xavantes ganham constantes alegrias, fora dele as conquistas desde o início da gestão Ricardo Fonseca no GE Brasil não param. Em meio às obras do novo Bento Freitas, a Maior e Mais Fiel ganhou um presentão: o Brasil está de volta ao Caldeirão. Com empenho, dedicação e muito esforço conjunto, o presidente Ricardo Fonseca conquistou a confirmação: Brasil e Vila Nova será no Bento Freitas, no próximo dia 16, às 16h.

Foram semanas de angústia, expectativa e trabalho intenso, diuturnamente. Eram obras, laudos, alterações, vistorias e muito, mas muito suor. E a recompensa de todo trabalho, capitaneado pelo presidente Ricardo Fonseca, mais uma vez teve êxito: o Brasil vai jogar no Bento Freitas.

Nesse período, houve uma coletiva participação, porém, algumas pessoas e instituições tiveram um papel vital para a liberação do Bento Freitas. No clube, destaca-se o papel de todos os funcionários envolvidos no processo. Fora do clube, deve-se mencionar a sensibilidade e o esforço do Corpo de Bombeiros, comandado pelo Tenente Coronel André Silvério, da Brigada Militar, com a atuação do Major Barcellos e sua equipe, do engenheiro Julio Sanabria e do chefe da Vigilância Sanitária, Claudio Magalhães.

O reencontro, torcedor rubro-negro, entre a Maior e Mais Fiel e o Bento Freitas já tem data: 16 de julho, às 16h, diante do Vila Nova. É a tão sonhada Série B. É o tão sonhado retorno ao Caldeirão.