Retorno indesejado

Por Gustavo Pereira

Voltando ao Bento Freitas após quase três meses para disputar uma partida oficial, o Brasil perdeu para o Cruzeiro por 1 a 0, na noite deste domingo (5), pela segunda rodada do Gauchão. O único gol do jogo foi marcado em uma cobrança de falta feita por Lukão, aos 20 minutos do segundo tempo. O rubro-negro agora direciona as atenções para o duelo diante do Veranópolis, às 21h30 de sexta-feira (10), no estádio Antônio David Farina.

Se fosse preciso buscar uma palavra para definir o primeiro tempo da partida na Baixada, esta palavra seria equilíbrio. Igualdade. O Brasil começou mais intenso, empurrando o adversário e tentando abrir o placar logo de cara. Aos três minutos, Aloísio cobrou por cima uma falta frontal. Em seguida, Marlon bateu escanteio na segunda trave, Bruno Lopes cabeceou e Sander evitou o gol Xavante quase em cima da linha.

Aos nove, Aloísio, como um digno camisa 10, voltou a aparecer. O canhoto fez uma belíssima jogada individual e acionou Lenílson pela esquerda. Ao correr para cruzar rasteiro e Dão cortar, o meia sentiu lesão e precisou sair do jogo. Como substituto, Rogério Zimmermann escolheu Juninho.

O Cruzeiro melhorou e apareceu bem na frente pela primeira vez aos 16, quando o lateral John Lennon invadiu a área, tirou de Martini e viu Éder Sciola chegar na hora H para salvar o rubro-negro. Na sequência, Willian Kozlowski bateu por cima, de fora da área. Em cobrança de escanteio, Lukão desviou alto demais. Depois dos ataques rivais, o Brasil respondeu com combinação entre Aloísio e Marlon, afastada pela zaga, e com uma cabeçada de Cirilo, por cima da meta do goleiro Giovani.

Depois do intervalo, nada deu certo para o Xavante. Aos 13 minutos, Tiago Alagoano saiu na cara de Martini e finalizou para fora. O Brasil tentou com Juninho, mas a batida do camisa 19 subiu muito mais do que o desejado. Aos 20, o Cruzeiro abriu o placar em cobrança de falta de Lukão.

A equipe rubro-negra só teve chance de empatar quando Marlon bateu falta rasteira e Giovani defendeu firme. Em seguida, o pequeno Marcinho cabeceou com muito perigo. Sem somar ponto, não há tempo para lamentações: o Brasil volta a campo já na próxima sexta (10), contra o Veranópolis, fora de casa, às 21h30.

Ficha técnica:

Brasil: Eduardo Martini; Éder Sciola, Cirilo, Leandro Camilo e Marlon; Leandro Leite, Nem, Lenílson (Juninho, Rennan Oliveira), Aloísio e Jean Silva (Marcinho); Bruno Lopes. Técnico: Rogério Zimmermann.

Cruzeiro: Giovani; John Lennon, Dão, Vladimir e Sander; Ben-Hur, Reinaldo, Lucas (Tawan), Willian Kozlowski (Matheus) e Tiago Alagoano; Lukão (Raul). Técnico: Benhur Pereira.

Cartões amarelos: Rennan Oliveira, Leandro Camilo e Nem (B); Ben-Hur, Reinaldo e Giovani (C).

Gol: Lukão (C), aos 20min2T.

 

Brasil 0 x 1 Cruzeiro – 2ª Rodada – Campeonato Gaúcho 2017

aIMG_3267
aIMG_3300
aIMG_3272
aIMG_3318
aIMG_3353
aIMG_3406
aIMG_3440
aIMG_3510
aIMG_3498