PRÉ-JOGO: Náutico x Brasil

Por Gustavo Pereira

Chegou ao fim a pausa da Série B. Exatos 15 dias depois de vencer o Goiás no Bento Freitas, o Brasil volta a campo pela competição nacional na noite desta quarta-feira (6). Na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata, região metropolitana de Recife, a equipe Xavante encara o Náutico, a partir das 21h45.

Com 30 pontos somados, o rubro-negro está na 12ª colocação, a sete pontos de distância do G4 e seis da zona de rebaixamento. Um triunfo no Nordeste pode alçar os comandados de Clemer até ao 7º lugar. O Náutico, por sua vez, tem 17 pontos e está na 19ª posição. No confronto do primeiro turno, deu Brasil: 2 a 0.

Após dias de muito trabalho em Pelotas, o elenco vermelho e preto viajou no domingo para Porto Alegre, e da capital gaúcha partiu na segunda rumo a Recife. Foi realizado treino em uma quadra de society da Cendesul no dia da chegada a Pernambuco e no CT do Sport na véspera da partida. Após retornar, o próximo compromisso Xavante será apenas no outro sábado (16), diante do CRB, na Baixada.

Antônio Dib Moraes de Sousa (PI), auxiliado por Rogério de Oliveira Braga (PI) e Mauro Cezar Evangelista de Sousa (PI). Quarto árbitro: José Woshington da Silva (PE).

As entradas custam 20 reais (10 a meia) para os Xavantes. É possível garantir presença online até 23h59 desta terça (5), neste site. Pessoalmente, a compra pode ser feita na sede do Náutico das 8h às 15h do dia do jogo. A bilheteria da Arena Pernambuco estará aberta a partir das 18h45 de quarta, três horas antes do pontapé inicial.

Clemer: ”Primeiro precisamos tentar repor da melhor maneira possível os jogadores que estão fora, por lesão ou cartão. Nesse momento é importante manter o time, para criar conjunto, mas isso é normal no campeonato, que é longo e obriga todos os atletas a estarem preparados”.

Teco: ”Sabemos que as oscilações acontecem, o campeonato tem 38 jogos e não tem como manter o mesmo nível sempre. Uma vitória nos deixa lá em cima e uma derrota nos coloca lá embaixo. Temos muitas vitórias, e isso é importante pelo critério de desempate. O Náutico está mal colocado, mas isso não diz o que é a equipe, eles vêm jogando um futebol melhor”.

Leandro Leite: ”Nosso grupo é muito bom, o clima é de amizade fora de campo e isso é bastante importante. O companheirismo faz com que todos que chegam se sintam à vontade. É preciso levar para dentro de campo, porque os resultados também tornam o ambiente melhor”.

Calyson: ”A equipe do Náutico é boa, estão numa situação difícil mas com certeza virão querendo muito o resultado contra nós. O Clemer tem nos passado tranquilidade para fazermos um bom jogo lá”.

3 jogos:
– 1 vitória do Brasil
– 1 vitória do Náutico
– 1 empate

30 de maio, pela Série B do Campeonato Brasileiro, no estádio Bento Freitas: Brasil 2×0 Náutico, gols Xavantes marcado por Wagner e Nem.