Com muita luta

Por Jonathan Silva

Foi um primeiro tempo muito bom. Já o segundo, com um gosto amargo. Entre os dois, um lance capital na partida que gerou muitas discussões e indignação: a expulsão de Éder Sciola. Com um a menos durante toda etapa final, o Brasil acabou perdendo por 4 a 0 o primeiro jogo da final do Gauchão 2018, na Arena, para o Grêmio. Agora, no domingo (8), o Brasil fechará o campeonato estadual diante da Maior e Mais Fiel que, sem dúvidas, lotará o Bento Freitas para apoiar o time rubro-negro.

Depois de 63 anos, o Brasil voltou a disputar uma final de Gauchão. Momento de festa e euforia da Maior e Mais Fiel. Momento de muita seriedade, concentração e empenho do grupo de jogadores. Diante do atual campeão da Libertadores, o Brasil foi a Porto Alegre com a missão de fazer um grande jogo, e, embora o placar, fez. Sabendo controlar o ímpeto gremista, o Brasil chegou ao ataque aos 9 minutos, quando Calyson chutou cruzado e Marcelo Grohe defendeu.

Aos 13, Jael chutou e Pitol fez grande defesa. Aos 24, Valdemir recebeu passe de Alisson Farias e arriscou. Grohe ficou com a bola. Aos 31, um lance que sacudiu a Maior e Mais Fiel, que lotou seu espaço na Arena. Alisson Farias achou Artur que cruzou na medida para Calyson cabecear com muito perigo. Aos 33, Alisson tentou o gol de bicicleta e Grohe mais uma fez salvou o Grêmio.

Artur, aos 39, enfileirou os marcadores gremistas e acionou Lourency. O atacante chutou para fora. Aos 45 minutos do segundo tempo, o Grêmio chuta a bola da sua defesa, Éder Sciola sobe e corta. O árbitro interpreta como falta do jogador Xavante, assinala e ainda dá, para desespero e indignação da Maior e Mais Fiel, o segundo amarelo para o lateral. Uma expulsão injusta.

Na volta do intervalo, com um a menos, o Brasil correu, lutou, mas não conseguiu segurar o time gremista com mais atletas em campo. No primeiro minuto, Everton recebeu passe de Jael e abriu o placar. Aos 9, Jael cabeceia, Pitol faz grande defesa, mas no rebote Alisson marca o segundo.

A resposta Xavante veio com Artur, aos 19, em chute de fora da área que Grohe faz grande defesa. Aos 24, Ednei cobrou falta com perigo, sobre o gol gremista. Aos 25, Everton recebeu outro passe de Jael e marca o terceiro. Aos 32, Ramiro, em cobrança de falta, fechou o placar. Aos 44, Alisson Farias recebe passe de Mossoró e conclui. Marcelo Grohe faz um milagre e evita o gol Xavante.

Nem mesmo o placar, tampouco a expulsão injusta tiraram o brilho da Maior e Mais Fiel na Arena. Digno de elogios pela campanha no Gauchão, o time do técnico Clemer viu a torcida Xavante apoiar incansavelmente. Agora, o jogo da volta – e derradeiro deste Gauchão – é no domingo (8), às 16h, no estádio Bento Freitas. Certeza de casa cheia, mar vermelho e preto e muita festa, afinal, a nossa torcida é ímpar. Vamos aproveitar o momento, torcedor Xavante, encher o estádio e apoiar incansavelmente.

Ficha técnica:

Brasil: Marcelo Pitol, Éder Sciola, Leandro Camilo, Héverton, Artur, Leandro Leite (Vacaria), Valdemir (Mossoró), Toty (Ednei), Alisson Farias, Calyson e Lourency. Técnico: Clemer.

Grêmio: Marcelo Grohe, Léo Moura (Alisson), Pedro Geromel, Kannemann, Cortêz, Maicon (Jaílson), Arthur, Ramiro, Luan, Éverton e Jael (Thonny Anderson). Técnico: Renato Gaúcho.

 Gols: Everton, aos 1min2T e 25min2T, Alisson, aos 9min2T, e Ramiro, aos 32min2T (G).

 Cartões Amarelos: Marcelo Pitol, Artur e Valdemir (B); Léo Moura e Ramiro (G).

 Cartão Vermelho: Éder Sciola (B).

Grêmio 4 x 0 Brasil – Final (Ida) – Gauchão 2018 – Fotos Jonathan Silva

aIMG_3029
aIMG_3099
aIMG_3135
aIMG_3148
aIMG_3169
aIMG_3204
aIMG_3210
aIMG_3216
aIMG_3391
aIMG_3180
aIMG_3250